REGULAMENTO DO REVEZAMENTO DE CLUBES DO CAMBOR

Art. 1º - O Revezamento de Clubes do CAMBOR seguirá as regras da IOF e CBO.

Art. 2º - O Revezamento de Clubes do CAMBOR será realizado conforme calendário de atividades da CBO.

Art. 3º - As provas previstas no calendário de atividades serão realizadas com quaisquer condições meteorológicas.

Art. 4º - O Revezamento de Clubes do CAMBOR será realizado por equipes de três atletas, sendo dois homens e uma dama;

Art. 5º - O Revezamento de Clubes do CAMBOR será disputado nas faixas de idade:

      a) Júnior - até 20 anos;

b)     Adulto - 21 anos;

c)      Máster - mais de 35 anos.

Art. 6º - O Revezamento de Clubes do CAMBOR será disputado somente pelos clubes e atletas filiados na CBO.

Art. 7º - Em cada percurso a melhor equipe classificada de cada clube em cada categoria receberá a seguinte pontuação, correspondente a sua colocação: 120, 100, 90, 80, 70, 60, 50, 40, 30, 20;

Parágrafo Único - As demais equipes que forem classificadas receberão 10 pontos.

Art. 8º - Será concedida a pontuação mínima para a categoria, não inferior a trinta pontos, para toda as equipes que correram em um percurso que foi anulado pelo júri técnico.

Art. 9º - O uniforme de competição deve atender aos seguintes requisitos:

a.      É vedado o uso de sapatos de atletismo com cravos;

b.      É obrigatório ao competidor estar com as pernas, os braços e antebraços cobertos;

c.      É obrigatório o uso do número de identificação distribuído pelo organizador, centralizado na frente da blusa de competição.

Art. 10º - A premiação em cada uma das etapas será de responsabilidade do clube organizador.

Parágrafo 1º - A premiação em cada etapa será no máximo até o 5º lugar.

Parágrafo 2º - Pelo menos os três primeiros de cada categoria receberão premiação do organizador;

Parágrafo 3º - A equipe que não comparecer para receber a premiação realizada no horário previsto no programa do evento, sem motivo justificável, perderá os pontos no ranking e a premiação a que faz jus;

Parágrafo 4º - A equipe que, autorizada pelo Árbitro, representar outra equipe na cerimônia de premiação deve ser da mesma categoria;

Parágrafo 5º - Nenhuma equipe receberá os pontos e a premiação da equipe faltosa.

Parágrafo 6º - A premiação deverá ser aprovada pelo Árbitro;

Parágrafo 7º - Em caso de um percurso ser anulado pelo júri técnico a premiação será mantida.

Santa Maria - RS, 28 de Janeiro de 2006.

  

JOSÉ OTAVIO FRANCO DORNELLES

Presidente da CBO

CREF2/RS 3700