Regras Visando o Esporte Orientação

- É vedado o uso de sapatos com cravos.
- O competidor ficará responsável pela limpeza da área utilizada por ele e seus acompanhantes.
- O cartão de controle e a ordem de largada estará a disposição do atleta no local da prova
- A organização não fornecerá bússola.

ROTINA DO ATLETA

1. Ao chegar no local da prova o atleta deverá consultar a lista de partida, que estará colocada próxima à seta de orientação,

2. Seguir a direção da seta da partida,

3. Apresentar-se na partida dois minutos antes do seu horário.

4. - O atleta tem que provar que passou nos pontos de controle, a prova se dar ,através do cartão de controle, o atleta que não picotar o seu cartão de controle será desclassificado, se o mesmo perceber antes da chegada, poderá voltar até o prisma, de onde ficou sem o picote e picotar-lo, e então correr até a chegada.

5. A ordem dos prismas deve ser obedecida, não pode o atleta picotar o 6º prisma antes de passar pelo 5º prisma.

6 - O atleta que perder o cartão de controle deve retornar à partida e solicitar outro cartão de controle. No entanto, a contagem do seu tempo não será interrompida;

7 - O atleta que perder o mapa deve retornar à partida e solicitar outro mapa e outro cartão de controle. No entanto, a contagem do seu tempo não será interrompida;

8 - O atleta que, na tentativa de ganhar tempo, picotar errado, poderá ser desclassificado;

9- Será desclassificado o atleta que invadir a área de competição, sem autorização da organização, bem como serão desclassificados os que se beneficiarem disto;

10 - Será desclassificado o atleta que não respeitar os símbolos e cores do mapa de Orientação, (áreas perigosas, áreas proibidas etc); sendo esta falta considerada grave;

11 - Os picotes no cartão devem mostrar claramente que o competidor visitou todos os pontos de controle;

INSCRIÇÃO

1 - Ao realizar a inscrição para uma prova, o competidor e/ou dirigentes de equipes devem indicar o nome completo, sexo, ano de nascimento, entidade, categoria e forma de contato;

2 - As inscrições fora do prazo podem ser recusadas;

3 - Um competidor só pode ser inscrito em uma única categoria em qualquer competição;

4 - O organizador pode excluir da ordem de partida os competidores que não pagaram a taxa de inscrição, bem como não entabularam qualquer acordo acerca do pagamento;

5 - Os competidores que participam de uma prova são responsáveis pelos riscos e acidentes que venham a sofrer no deslocamento, concentração e execução dos percursos. O seguro contra acidentes é de responsabilidade do atleta

6 - O organizador pode cobrar uma taxa de inscrição para cobrir os custos da competição. O valor da taxa de inscrição será mantido tão baixo quanto possível

7 - Nenhum atleta pode partir no tempo do atleta faltoso.

8 - O intervalo de partida nas categorias que tiverem menos de 50 atletas será o seguinte:

 - menos de 5 atletas - 15 min ou mais                       - de 5 a 10 atletas - 10 min ou mais

- de 11 a 20 atletas - 5 min ou mais                            - de 21 a 50 atletas - 3 min ou mais;

9 - Os mapas, traçados dos percursos e impressões adicionais serão desenhados e impressos de acordo com a Especificação Internacional para Mapas de Orientação da IOF;

10 - A escala do mapa para percursos de distância clássica será 1:15000;

11 - A escala do mapa para percursos de distância curta e revezamento será 1:15000 ou 1:10000. Para percurso muito curto poderá ser usada a escala 1:5.000 a 1:2.500;

12 - Erros no mapa e mudanças que aconteceram no terreno, depois que o mapa foi impresso, deverão ser impressos sobre o mapa e este exposto no local do evento ou partida;

13 - Os mapas serão protegidos contra umidade e danos;

14 - Se houver informações prévias sobre a área da competição, estas devem ser exibidas em cópias coloridas para todos os competidores no dia anterior da competição;

15 - No dia da competição, o uso de qualquer mapa da área da competição, por competidores ou chefes de equipes, é proibido até que seja permitido pelo organizador;

PONTO DE CONTROLE

1 - O ponto de controle locado no mapa deverá constar claramente no terreno, sendo equipado para permitir aos competidores a comprovação de sua passagem;

2 - Cada ponto de controle será marcado por um prisma de base triangular, com faces quadradas de 30 x 30 cm, dividida diagonalmente, sendo o triângulo superior branco e o triângulo inferior laranja (PMS 165);

3 - O prisma será colocado no acidente conforme as características indicadas no mapa e cartão de descrições;

4 - O percurso não pode ter mais de 30 (trinta) pontos de controle;

5. No dia da competição, até uma hora antes, uma pessoa, indicada pela comissão organizadora, deve realizar o percurso

6 - A competição termina quando o competidor cruza a linha de chegada;

DESPORTIVIDADE (COMPETIÇÃO JUSTA)

1 - Todas as pessoas que fizerem parte de uma competição de orientação devem comportar-se com justiça e honestidade. Todos devem ter uma atitude esportiva e um espírito de amizade. Os competidores devem mostrar respeito um pelo outro, para com os organizadores, jornalistas, espectadores e habitantes da área da competição. Os competidores estarão tão silenciosos quanto possível no terreno e devem respeitar a propriedade privada;

2 - É proibido obter ajuda ou ajudar outros competidores durante uma competição, exceto em casos de acidente. O competidor é obrigado a parar e ajudar os competidores feridos

RECLAMAÇÕES

1 - Uma reclamação pode ser feita ao organizador sobre infrações destas regras ou irregularidade detectada antes ou durante a prova;

2 - Uma reclamação pode ser feita por um organizador, competidor ou qualquer pessoa envolvida com o evento;

3 - Qualquer reclamação será feita verbalmente ou por escrito para o organizador, o mais rápido possível. A reclamação será julgada pela organização que informará imediatamente sobre a decisão;

 4 - Não será cobrada taxa para reclamação

 A Confederação Brasileira de Orientação, reconhecendo a importância de manter a preservação da natureza e a prática da orientação, adotou os seguintes princípios:

          1. Estar atento da necessidade de preservar o meio ambiente saudável e integrar este princípio na conduta fundamental da orientação.

          2. Assegurar que as regras da competição e da organização de eventos estejam bem conscientes do princípio de respeito para com o meio ambiente e para com a proteção da flora e fauna.

          3. Cooperar com os proprietários, autoridades governamentais e organizações ambientais de forma a definir a melhor prática.

          4. Fazer observar os regulamentos locais para proteção ambiental, manter a natureza livre do lixo produzido na competição de orientação e tomar medidas formais para evitar a poluição.

          5. Incluir a Educação Ambiental na iniciação desportiva e treinamento de atletas e funcionários.

          6. Exaltar a consciência ecológica e os problemas ambientais mundiais, de forma que as entidades de prática possam adotar princípios para salvaguardar a prática da orientação.